A Horta

Alguém disse:
Cultivar a sua própria comida, é como imprimir o seu próprio dinheiro.
E nós concordamos!

A nossa horta é um hobbie muito acarinhado, que dá Muuuito trabalho, mas que nos dá tantas Maravilhas de volta.

Para aprendermos mais tirámos um pequeno curso em Permacultura na Quinta dos 7 Nomes em Sintra.

Assim, a primeira tarefa foi:
Semear em covachos, ainda dentro de casa ou em estufa no início da Primavera.
Semear desta maneira, poupa sementes e tem-se um maior controle do crescimento e das perdas.

IMG_9461

Colocar na estufa improvisada:

IMG_1038

E ajudar a crescer:

IMG_1040

IMG_1041
Depois, preparar o terreno.
Cortar as ervas daninhas e mexer a terra.

IMG_9455

E toda a ajuda é bem vinda 🙂

IMG_9457
Idealmente a seguir deveríamos ter estrumado bem a terra, com uns meses de antecedência em relação à sementeira/plantação para que nessa altura, o composto e a terra já estivessem o mais equilibrado possível.
Como já começámos tarde, tivémos que comprar terra para colocar nos talhões e misturámo-la com composto o melhor possível…

Fizémos talhões de 2 mt por 1mt para que se possa chegar bem de todos os lados sem ter que pisar o cultivo.
Para evitar as ervas daninhas, cavámos cerca de 15 cmts de profundidade, e colocámos cartão sem cores (químicos).
O cartão impede que as ervas de baixo cresçam e ao fim de algum tempo acaba por se desfazer.
No nosso caso, ajudou a evitar os cardos que por ali abundam.

IMG_9452

IMG_9451

Após encher os talhões, molhámos a terra e ainda cobrimos com plástico preto.
Se o tempo estiver quente, basta ter assim durante 5 a 6 dias.
Supostamente aquece a terra a temperatura tal, que acaba com as primeiras daninhas que queiram aparecer.
Embora tenhamos guardado o plástico para próximas vezes (reciclagem), não tenho a certeza de que seja um processo essencial.
Afinal as daninhas crescem misteriosamente constantemente…

IMG_9714

 

No curso aprendemos a fazer as “camas” de outra maneira. Mas farei depois uma publicação com isso.
E entretanto é já altura de transplantar as pequenas plantas dos covachos, ansiosas por mais espaço:

IMG_9441

Uma pequena ajuda na sua transição: adubo biológico.

IMG_9440

Preparação para feijoeiros, pepinos, tomateiros, ervilhas.

IMG_9443

À medida que íamos plantando nos talhões já feitos, íamos construíndo mais talhões. Sempre com ajuda preciosa.

IMG_8891

IMG_8884

IMG_8886

E assim foi o começo de tudo…

IMG_9378
PS: Os garrafões espalhados, não é desarrumação, mas protecção, enquanto não temos tempo de fazer um espantalho 🙂
E tem resultado:

IMG_9897

VOLTAR AO TOPO

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s